segunda-feira, 12 de agosto de 2013

o sem pavores


bem podia seguir o exemplo do PM norueguês: metia-se no fogareiro e fazia umas viagens, mas sem guarda-costas nem protecção do banco de trás...

3 comentários:

Rogério Pereira disse...

Isso não!
Seria um insulto à profissão

José Lopes disse...

O melhor conselheiro do láparo é o buraco ao final das costas...
Cumps

jrd disse...

Se o gajo fizesse isso ia de certeza para as "Chegadas do aeroporto". Há por lá uns poucos da laia dele...