quarta-feira, 11 de junho de 2014

o discurso


e o inconseguimento vagal

6 comentários:

José Lopes disse...

Será que estar "doente" chega para explicar a passividade com que nos tem brindado quando a Constituição é sucessivamente violada?
Cumps

500 disse...

E então não é que foi preciso o homem desmaiar para eu conhecer um novo termo: vagal? Suponho que essa nem o Mário Nogueira conhecia. Que lhe parece?

maceta disse...

500

inconseguimento cheira a bacorada.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Essa do pontapé na bandeira está um espanto...

Zé Povinho disse...

Vaga(l) já está a Presidência há muito...
Abraço do Zé

jrd disse...

Com esta vaga de calor devias ter pena de mim em vez de me fazeres rir assim! :) :)