domingo, 29 de junho de 2014

a jusficação dos manhosos


Dizem que é obrigatório conhecer a lei não se podendo alegar, como desculpa, o seu desconhecimento para justificar o  incumprimento. Isto é o que dizem genericamente. Há os que querem alterar as leis de acordo com os seus interesses; parece lógico para quem quer puxar a brasa à sua sardinha, o que poderia levar a crer que as leis no seu estado ideal deveriam ser tão flexíveis e ajustáveis ao ponto de servirem sempre para se realizarem  os seus intentos (falo dos malandros), como se não bastasse a interpretação individual que cada um faz do seu conteúdo, conforme os interesses...
Não sendo dotado de sabedoria sobre o Direito e não querendo ser, por natureza, não deixo de considerar que a hipocrisia e a vontade de não cumprir de muito vilão que por aí prolifera  é de uma evidência tão óbvia, que se traduz, sobretudo, no desejo de tramar os mais fracos.
Há por aí tanto malandro...alguns até solicitam "aclarações".

3 comentários:

José Lopes disse...

Esse gajo está sempre grosso, ou pelo menos deixa essa impressão...
Cumps

Rogerio G. V. Pereira disse...

Este é tão sabido, tão sabido
Que de lá nunca mais é corrido

Bêbado anda o povo,
que não corre com o estorvo

jrd disse...

Tu é que o(s) topas bem e lhe(s)fazes o(s) boneco(s) sem contemplações.
Que nunca as mão te doam.