domingo, 8 de janeiro de 2017

um cravo


dizem que ninguem é insubstituível, mas uns são muito melhores do que  outros...

4 comentários:

Zé Povinho disse...

Não nutro particular simpatia pelo personagem, apenas lamento a partida de mais um ser humano e respeito a dor dos familiares e amigos.
Abraço do Zé

500 disse...

A História se encarregará de ensinar aos vindouros o papel de Mário Soares no Portugal da segunda metade do século XX

O Puma disse...

Que vivam os cravos vermelhos

Graça Sampaio disse...

Bela imagem!