terça-feira, 3 de novembro de 2015

o pastor das galochas


o PM dos 10 dias deve ter tido uma dificuldade tremenda para angariar elementos para preencher os cargos dos ministros. Até teve que recorrer a um pastor...

4 comentários:

500 disse...

Como pastor (de almas) é primário; não deveria conseguir vender uma bíblia, um catecismo ou sequer uma pagela mesmo a um já crente. Parece ser, no entender de magistrados, bom fornecedores de doutos pareceres a atestarem bons comportamentos morais e cívicos de gente com pergaminhos.

José Lopes disse...

Como pregador não salvava almas nem angariava seguidores, já que a esperança tem que estar sempre na mensagem de qualquer religião.
Cumps

Anónimo disse...

https://www.facebook.com/Yronikamente/photos/a.583312688361552.154143.583260545033433/1263099710382843/?type=3&theater

jrd disse...

Nunca tinha visto um bácoro,perdão,um pároco, com lama até aos artelhos.