quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

cornada




A trupe de serviço é de calibre. Tem tido todas as oportunidades para extravasar os limites teoricamente impensáveis. Rodeados de  experts na transgressão lá vão avançando a passos de coelho, e se o fazem com todo o descaramento é porque o garante da democracia é um lento e dado a movimentos pouco enérgicos e concisos... mas, levarão a cornada violenta, os mansos tambem se fixam no curro. Não há mal que sempre dure nem bem que nunca acabe e como o bem é coisa de que já não se fala há tanto tempo pode ser  que sejam encostados às tábuas.

4 comentários:

jrd disse...

Já começaram a raspar na terra...

O Puma disse...

Confio nos touros

500 disse...

O inteligente não se apercebe que a corrida está a correr mal? Ou foi ver as vacas sorridentes às Ilhas?

Rogério Pereira disse...

Bom prego!