sábado, 10 de dezembro de 2011

a manobra


Falta agora introduzir  o limite ao déficite na Constituição. Para encaixar precisam de 2/3, mas há sempre a hipótese de contornar fazendo mais uma manobra - privatização...

4 comentários:

jrd disse...

Segur(o)amente...

O Guardião disse...

Se a Constituição for alterada para agradar à Merkel será o fim da nossa independência e o fim da representação democrática nos destinos do país.
Cumps

contradicoes disse...

Por já me ter desiludido
o António José Seguro
espero que não vote vencido
esta alteração do absurdo

mfc disse...

Pelo seguro... de certeza!